Olhar de perto

 A expressão cunhada pelo fotógrafo cego Evgen Bavcar se refere à forma que as pessoas com deficiência visual apreciam e produzem arte: estando seus “olhos”, então, em todo o seu corpo, seu olhar não se dá pelo distanciamento como para as pessoas que enxergam e, sim, pela proximidade.

 

O programa Olhar de Perto é destinado às pessoas com deficiência visual e o público geral, integrando diversas ações que propõem experenciar a arte contemporânea além de seu aspecto visual.

O imaginário se enriquece com o desenvolvimento da percepção sensorial e a criatividade se alimenta com a linguagem descritiva.

 

Audiodescrição

Audioguias gratuitos são disponibilizados a cada exposição, com descrição das imagens e da expografia, além de trilhas sonoras e depoimentos de artistas e curadores.

Os educadores que recebem o público também são capacitados para mediar uma visita ao público com deficiência visual, descrevendo imagens.

 

Acervo tátil

Com obras do acervo do MAM permanentemente expostas, o Jardim de Esculturas permite a exploração sensorial de diferentes formas texturas e temperaturas, além de dispor de catálogo em braile.

 

Cursos

Acompanhamento do processo de produção artística de pessoas com e sem deficiência visual.

 

gf       hg

 

Jornada sensorial

Roteiros específicos que propõem a experimentação artística por meio de percursos e atividades sensoriais em diferentes exposições.

 

 

Atividade gratuitas.

Informações: educativo@mam.org.br e +55 11 5085-1313

 

Patrocínio:

Screen Shot 2015-11-04 at 10.27.57