Arte Contemporânea com Pedro França LISTA DE ESPERA


Recomende esse curso


O curso pretende oferecer um panorama não exaustivo de alguns debates importantes na produção artística atual. O objetivo é apontar modos como a arte pensa nosso mundo, a partir de operações formais e intelectuais. A maior parte das aulas debruça-se sobre obra de um único artista, com apresentação de imagens, vídeos e textos; outros nomes, obras ou assuntos, de qualquer campo ou período, serão evocados de acordo com a discussão. O curso destina-se a todos os interessados em arte contemporânea, com qualquer nível de intimidade com o assunto.

 

De 18 de agosto a 15 de dezembro de 2018
Sábados das 10h30 às 12h30
Duração: 15 encontros
Público: interessados em arte contemporânea
Investimento: 6 parcelas de R$ 230,00 
Novidade: a primeira aula (dia 18/08) é aberta a todos os interessados no tema, não necessitando de inscrição prévia.

 

Pedro França (Rio de Janeiro, 1984) é artista. Fez mestrado em História pela PUC-Rio, deu aulas de história e teoria da arte da Escola de Artes Visuais (RJ) entre 2006 e 2011, e atualmente dá aulas regulares no MAM São Paulo e no Instituto Tomie Othake.  Em 2010 foi curador da programação dos Terreiros na 29a Bienal de São Paulo (filmes, debates e performances). Em 2011, foi curador, juntamente com Fernando Cochiaralle, da exposição “Cavalos de Tróia” na mostra “Caos e Efeito” no Itaú Cultural. Trabalha como artista desde 2011, produzindo desenhos, filmes e instalações, Participou de exposições individuais e coletivas no Centro Cultural São Paulo (“homeroadmovie”, 2012),  na Oficina Oswald de Andrade (É preciso confrontar as imagens vagas com os gestos claros, 2012), no espaço Intermeios (Meme, 2012) na Galeria Millan (Boletim, 2013) e no Paço das Artes (Tomemos um objeto da natureza, por exemplo: uma lâmpada, 2014). 

 

Sócios do MAM têm 20% de desconto. Faça parte!

Estudantes, professores e aposentados tem 10% de desconto

Dúvidas: cursos@mam.org.br ou 5085-1314.

 

Crédito da imagem: Mira Schendel. Sem título, 1974. Caneta hidrográfica, decalque, datilografia e nanquim sobre papel. 47,1 x 32,8 cm. Doação Paulo Figueiredo ao MAM São Paulo.

 

Lista de espera para as próximas turmas: