Performance Blank Placard Dance, Replay 24/11/2018 - 25/11/2018


24 e 25/11

15h (sáb e dom)

Performance Blank Placard Dance, Replay

Realização Institut Français Paris, Institut Français du Brésil, Consulado Geral da França em São Paulo, e Museu de Arte Moderna de São Paulo

Em diálogo com Anna Halprin, referência da dança pós-moderna americana, a dançarina e coreógrafa francesa Anne Collod, com a colaboração artística da coreógrafa francesa Cécile Proust, recria a coreografia de Blank Placard Dance executada em 1967 em São Francisco, em reação e resposta à guerra do Vietnã e à agitação social nos EUA, pelos integrantes do San Francisco Dancers Workshop, grupo que Anna Halprin fundou.

Na versão de Anne Collod e Cécile Proust, a performance é realizada por voluntários que performam uma marcha silenciosa pelas ruas movimentadas das cidades, carregando cartazes e seguindo o ritmo que uma banda dá à marcha coreografada. Quando as pessoas perguntam sobre o que se está protestando, os performers respondem “O que você quer protestar?”, e assim suas respostas são coletadas. Já realizada em países como França, Espanha, Suíça, Alemanha e Canadá, esta versão no Brasil convida os mais diversos interessados por uma experiência artística a performarem Blank Placard Dance, Replay no Parque Ibirapuera nos dia 24 e 25 de novembro às 15h, partindo do MAM.

Esta performance é emblemática no ciclo de trabalho que Anna Halprin desenvolveu a partir de 1965. Ela explora a dimensão política da performance e sua inscrição no espaço urbano, na encruzilhada do acontecimento, teatro de rua e arte ativista, procurando testar restrições sociais e institucionais, para incomodar a fronteira entre artistas e público e encorajar a experiência direta como um compromisso tanto artístico quanto político.

Com a Blank Placard Dance, Replay, esta pequena utopia em andamento, interrompida pela polícia nos anos sessenta, continua a ativar o espírito de luta de Halprin, e questiona com força e delicadeza através da performance a arte da manifestação de hoje.

 

Para participar, basta ter mais de 18 anos para se voluntariar. Não é necessária experiência prévia com dança e/ou peformance.

Ponto de encontro: em frente à recepção do MAM às 13h30.

 

Sobre as coreógrafas:

Anne Collod é dançarina e coreógrafa contemporânea francesa, cujo trabalho é focado nos tópicos de reinterpretação de grandes obras de dança do passado e nas utopias do coletivo. Em seus projetos, ela liga desempenho, pesquisa e ensino. Recebeu um Bessie Award em 2009 por sua reinterpretação do Halprin’s Parades & Changes (1965).

Cécile Proust é uma coreógrafa que questiona construções de gênero no trabalho, criando inúmeras apresentações. Possui mestrado na Sciences Po Programa Experimental em Arte e Política, dirigido por Bruno Latour. Colabora regularmente com Anne Collod.

 

Atividade gratuita e aberta a todos os públicos.

Com intérprete de libras.

+infoeducativo@mam.org.br e +55 11 5085-1313

 


Conteúdo relacionado:

  • processos-de-criacao-em-performance

    Processos de Criação em Performance

    Professores: Elisa Band e Leonardo Castilho Início: 14 março 2019 Duração: 4 meses Horário: Quintas-feiras, 14h – 16h Um espaço para a experimentação…