online – caminhos da arte indígena contemporânea com Jaider Esbell e Paula Berbert


Recomende esse curso


Datas: 21, 28 de outubro, 04, 11, 18, 25 de novembro de 2020
Horário: das 19h às 20h30 por videoconferência

Público: interessados em geral 

Duração: 06 encontros

Curso completo: R$ 468 em até 3 parcelas 

Aulas avulsas: R$ 80 por aula

 

O curso pretende abordar alguns conceitos relativos à arte indígena contemporânea no Brasil, analisando as implicações e as potências políticas dos termos em questão (arte indígena contemporânea) em um contexto de encontro entre mundos. O curso visa debater as narrativas e as trajetórias de artistas indígenas, bem como suas urgências enquanto participantes indissociáveis de suas comunidades de origem e as relações que mantêm com o sistema da arte ocidental.

Serão apresentadas ainda as pesquisas e práticas da professora e do professor, seus percursos conjuntos no sistema da arte indígena contemporânea e suas ações a partir da Galeria Jaider Esbell de Arte Indígena Contemporânea, localizada em Boa Vista – RR.

 

Programação*

Aula 1 | (21/10) Arte indígena contemporânea: conceitos e sistemas (aula concluída)

Aula 2 | (28/10) Artivismos e demandas políticas na arte indígena contemporânea (inscreva-se aqui)

Aula 3 | (04/11) A cena de Roraima: ações de netas e netos de Makunaimî (inscreva-se aqui)

Aula 4 | (11/11) Caminhos de um dos netos de Makunaimî, Jaider Esbell (inscreva-se aqui)

Aula 5 | (18/11) Alianças afetivas, txaísmo (inscreva-se aqui)

Aula 6 | (25/11) Arte indígena contemporânea e o sistema da arte ocidental (inscreva-se aqui)

 

*As aulas acontecem ao vivo via plataforma Zoom.

 

Jaider Esbell, do povo macuxi, é artista multimídia e curador independente. Sua cosmologia e história originárias compõem a poética de seu trabalho, em que a reflexão sobre as narrativas míticas e a vida na Amazônia caribenha ocupam um lugar central. Atua como escritor e ensaísta desde 2009. No ano seguinte, inicia sua produção autoral de pinturas e desenhos circulam por exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior. Articula iniciativas junto a artistas indígenas a partir de sua galeria de arte indígena contemporânea na cidade de Boa Vista, organizando atividades de arte-educação em comunidades indígenas, quilombolas, ribeirinhas e urbanas periféricas. Definindo suas proposições artísticas como artivismo, suas pesquisas combinam discussões interseccionais entre arte, ancestralidade, espiritualidade, história, memória, política e meio ambiente, em que se destacam suas recentes elaborações sobre o txaísmo – modo de tecer relações de afinidades nos circuitos interculturais das artes contemporâneas pautadas pelo protagonismo indígena.

 

Paula Berbert é antropóloga e articuladora de projetos culturais. É doutoranda no Programa de Pós-graduação em Antropologia da USP, onde realiza pesquisa sobre arte indígena contemporânea. Atua nos campos da curadoria e mediação intercultural, articulando iniciativas de artistas e cineastas indígenas aos sistemas ocidentais de arte e de cinema. Tem experiência em comunidades pedagógicas formais e não-formais, especialmente nos temas da arte-educação, dos direitos humanos e socioambientais, questões indígenas, feministas e decoloniais.
É mestre em Antropologia (2017,UFMG) e especialista em Estudos e Práticas Curatoriais (2019, FAAP).

 

Sócios do MAM têm 20% de desconto. Faça parte!

Estudantes, professores e aposentados tem 10% de desconto

 

Dúvidas:

cursos@mam.org.br 

WhatsApp: 11 99774 3987

 

Legenda:
Jaider Esbell – Movimentos para a revolução, 2018
Desenho feito com caneta posca em papel canson, 83 x 48 cm. Obra em exposição no MusA, Curitiba.
Fonte: acervo pessoal

 

Ao participar desta atividade/evento, você autoriza, de forma gratuita e definitiva, o MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, a utilizar sua imagem, voz, dados biográficos e sinais característicos, captados em vídeo, áudio, fotografia e prints, para fins de registro, divulgação e promoção das atividades do Museu, em quaisquer meios, veículos, suportes, mídias, métodos e tecnologias, tangíveis ou intangíveis. Caso você não queira que sua imagem seja divulgada, por favor informar o MAM (cursos@mam.org.br). Em alguns cursos as aulas que acontecem na plataforma Zoom poderão são gravadas e disponibilizadas somente aos participantes dessas respectivas aulas com prazo de expiração. O conteúdo da gravação é protegido por direitos autorais e o acesso é permitido unicamente para fins de estudo e de uso exclusivo do participante impossibilitando a sua divulgação ou compartilhamento com terceiros.