Processos de Criação em Performance com Elisa Band e Leonardo Castilho Inscrições encerradas


Recomende esse curso


Datas: 17, 24, 31 de março, 07, 14, 28 de abril, 05, 12, 19, 26 de maio, 02, 09, 23, 30 de junho de 2022
Horário: Quintas-feiras, das 16h às 18h por videoconferência

Professores: Elisa Band e Leonardo Castilho

 

Um espaço para a experimentação e pesquisa da prática artística da performance, que utiliza elementos de várias linguagens, como o teatro, a dança, a música e as artes visuais, na criação de uma cena, além do potencial performático da língua brasileira de sinais – Libras.

Por meio de procedimentos variados da linguagem da performance, os participantes poderão ampliar seu repertório criativo e pessoal. Também criarão performances individuais e em grupo, lidando com a interface entre arte e a vida experimentada nessa linguagem. Para esse semestre, continuaremos a investigação das possibilidades do formato on-line. Deste modo, poderemos experimentar as potencialidades expressivas e comunicativas deste contexto, como a exploração de enquadramentos e desenquadramentos, iluminação, distâncias e proximidades, o uso do ambiente doméstico como espaço de criação e a produção de outros tipos de virtualidades.

O curso será ministrado via plataforma de videoconferência Zoom Meetings.

 

Elisa Band é performer, encenadora e pesquisadora. Formada em Artes Cênicas-Unicamp, foi uma das fundadoras do grupo K, dirigido por Renato Cohen. De 2007 a 2012 foi codiretora e dramaturga da Cia Ueinzz. Desde 1998 participa de diversos grupos e espetáculos. Ministra cursos de teatro e performance na SP Escola de Teatro, MAM São Paulo, Escola Superior de Artes Célia Helena, entre outros. Autora do livro de contos Perecíveis, Ed. Lamparina Luminosa. Em 2015 foi residente da Akademie Schloss Solitude (Alemanha). Em 2021 criou a performance Nica. É diretora de Teatro da ONG Ser em Cena e doutoranda pela Escola de Comunicações e Artes-USP.

 

 

Leonardo Castilho é artista, educador, produtor cultural, performer, influencer e ator em teatro e TV, MC do Slam do Corpo, idealizador e responsável pelas equipes Vibração e Sencity no MAM São Paulo. Ex-diretor de cultura da Associação de Surdos de São Paulo – ASSP, trabalhou por mais de 15 anos no setor educativo MAM São Paulo, onde atuou como produtor de Acessibilidade, educador e professor no Programa Igual Diferente. Desde 2008 é integrante do Corposinalizante, projeto que recebeu alguns prêmios, como o 1º lugar no Prêmio Darcy Ribeiro 2009 (IPHAN/MinC).

 

Inscrições encerradas

Pelo e-mail: igualdiferente@mam.org.br ou

Whatsapp: (11) 99850-3213 (somente mensagens – texto, áudio ou vídeo)

 

 

Lembrar não é acontecer (2019)

 

 

Galeria de imagens 2021

Screenshots do video “Cápsula”, de encerramento do curso.

 

Lei de Incentivo a Cultura; Patrocínio Igual Diferente: Banco Votorantim, Grupo Carrefour Brasil, Instituto Votorantim, Rede D'or; Parceria: Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo; Realização: Musue de Arte Moderna de São Paulo, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.