curso online | criptoarte – a história da arte criptografada, com Mariana Braoio e convidados


Recomende esse curso


Datas: 17, 24 de abril, 08, 15, 22, 29 de maio, 05 de junho de 2023
Horário: 19h30 às 21h30

Segundas-feiras
Público: interessados em geral
Duração: 7 encontros
Investimento: R$ 560,00
Curso online ao vivo via plataforma de videoconferência
Aulas gravadas disponibilizadas apenas por tempo determinado
Curso contempla certificado no final

 

inscrições aqui

 

A criptoarte é uma nova corrente artística que tem afetado as movimentações do segmento da arte digital e suas bifurcações. Este curso busca proporcionar visões diversas (técnicas e práticas) desta nova realidade, que conta com a adesão de artistas, instituições e indústrias cada vez mais significativas e revolucionárias.

As sete aulas propõem uma discussão sobre as complexas terminologias que permeiam o ecossistema da blockchain. O curso também traz convidados excepcionais do mercado de arte e de tecnologia, que ilustrarão aplicações concretas sobre usabilidade e valorização da arte digital.

Os encontros são destinados a todos que queiram entrar ou que já estão dentro deste interessante fenômeno do presente, que pensam em se tornar artistas de NFTs ou, ainda, profissionais que queiram atuar nas áreas digitais e artísticas.

O que você vai aprender:

  • História e terminologias da criptoarte
  • Como criar, vender e comprar NFTs
  • Fundamentos da web3
  • Como criar uma galeria no metaverso
  • Protagonistas, projetos, plataformas, mercado e colecionismo
  • O papel das DAOs
  • Blockchain no sistema da arte

 

Programação

Aula 1 – Desenvolvendo o conhecimento sobre criptoarte
Fortaleça seu aprendizado sobre a historiografia da arte digital e as principais terminologias da web3. Nesta aula, recapitularemos as fases da internet (web1 a web3), o que são NFTs, Tokens e seus tipos, criptoarte, colecionáveis e arte generativa. Também discutiremos mais a fundo o ecossistema da blockchain, desde criptomoedas, wallets, smarts contracts, Defi e Refi à Dapps.

 

Aula 2 – Aprenda na prática e se torne criptoartista
Uma experiência guiada e prática sobre tudo que é necessário para se criar, vender e comprar um NFT. Desde da criação da wallet, escolha da plataforma, compra em uma exchange, até o mint final. Você sairá dessa aula com o seu primeiro NFT.

 

Aula 3 – Blockchain no sistema da arte
Com o convidado Gabriel Aleixo, eleito uma das 10 pessoas mais influentes no mercado brasileiro de criptomoedas e blockchain pelo Crypto Top 50 da Cointelegraph no Brasil
Uma curadoria inspiradora de projetos existentes que fazem uso da blockchain para revolucionar a arte e a vida cotidiana e apresentação de coleções.

Sobre o convidado:
Gabriel Aleixo foi pesquisador e coordenador de projetos do ITS nas áreas de blockchain e criptomoedas por 6 anos. Na época, também foi o responsável pelo primeiro curso online aberto sobre bitcoin oferecido em português: BTC em Português. Foi head of research da venture builder carioca QR Capital. Esteve à frente das áreas de desenvolvimento de negócios e pesquisa da Hathor Network, plataforma blockchain criada por engenheiros brasileiros com foco em escalabilidade, da qual foi cofundador em 2018. Foi eleito uma das 10 pessoas mais influentes no mercado brasileiro de criptomoedas e blockchain pelo Crypto Top 50 da Cointelegraph no Brasil. Atualmente, é head de ecossistema de consultoria e educação da [web/lock].

 

Aula 4 – Como os artistas podem se beneficiar das DAOS?
Com o convidado Renato Shira, cocriador da Finger Prints Dao e colecionador
Uma das principais potências da web3 são as comunidades, fenômeno que permitiu que artistas respaldados nesse senso de união se organizassem em DAOS (Organização Autônoma Descentralizada). Explore as situações vantajosas desse setor ao conhecer o case da Finger Prints DAO, uma comunidade global que atualmente abriga mais de 250 membros, incluindo colecionadores influentes, artistas digitais líderes e as principais empresas de capital de risco.

Sobre o convidado:
Formado em Ciências da Computação pela Universidade de São Paulo (USP), Renato Shira é cofundador da FingerprintsDAO, uma das maiores e mais respeitadas instituições colecionadoras de arte na web3. Também é colecionador de pfps como Cryptopunks, Bored Apes, Moonbirds e Coolcats. Ele também é idealizador e fundador da BrPunk, a primeira persona digital descentralizada no mundo. Previamente, Shira fundou a Direct Labs e também foi cofundador da Scup, uma empresa nacional especializada em monitoramento e gestão de mídias sociais. A Scup foi vendida para a multinacional Sprinklr, onde atuou como Diretor Geral até 2018. Renato é especialista no desenvolvimento de produtos da área de tecnologia.

 

Aula 5 – Inteligências artificiais: qual é o papel do artista e qual é o da máquina?
Desde da década de 60, percebemos a aproximação de programadores com artistas de várias áreas em prol da criação de artes generativas. Com o advento das novas tecnologias, essa relação se intensificou. Nesta aula, buscaremos entender quais são os limites impostos pelas máquinas, apresentaremos equipamentos para criar arte generativa e como funciona o sistema de programação.

 

Aula 6 – Exponha sua criptoarte no metaverso
Com a convidada Helena Freitas, desenvolvedora de metaversos
Utilize o NFT que você criou na aula prática para compor a sua galeria no metaverso da plataforma Spatial. Locais virtuais se tornaram uma grande potência para artistas independentes que queiram expor suas obras de forma gratuita e global. Explore diversas plataformas que possibilitam a criação de galerias.

Sobre a convidada:
Helena Freitas, graduada pela ESPM, trabalha há 8 anos com Virtual Production, através da sua impressora 3D, do audiovisual e com as maiores agências de comunicação do Brasil. Em 2022, desenvolveu a estratégia e a meta-arquitetura do Metaverso da marca Acuvue, para 3 eventos Institucionais Latam. Desde então, tem o desafio de capacitar e co-criar com pessoas, artistas e marcas, suas próprias galerias no metaverso.

 

Aula 7- Quais são os próximos passos? Debate aberto sobre futurologias.
Com os conhecimentos adquiridos em aula e fora dela, faremos um debate aberto e colaborativo sobre as nossas opiniões e previsões de quais são os caminhos a serem seguidos nos próximos 10 anos, onde iremos chegar e o que estamos fazendo para alcançar o desejado.

 

Mariana Braoio é content creator na weblock e foi coordenadora de comunidade de criptoartistas na Tropix, plataforma de arte com NFTs. Curou a exposição “Fome de criar”, com criptoartistas brasileiros, na plataforma Xepa.io. É historiadora da arte pela UFPEL e UNIFESP, com atuação em curadoria e comunicação. Possui uma vasta pesquisa sobre mulheres artistas com aproximação nas artes digitais e já atuou no Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo, no Museu da Baronesa, na Japan House e no Itaú Cultural. Idealizadora do quadro “Artistas que você precisa conhecer”. Ministrou o curso “criptoArte, a história da arte criptografada”, no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

 

Sócios do MAM têm 20% de desconto. Faça parte!
Estudantes, professores e aposentados tem 10% de desconto

Dúvidas:
cursos@mam.org.br
WhatsApp: 11 99774 3987

 

Janus (CriptoArte)

 

Curso online ao vivo via plataforma de videoconferência. Aulas gravadas disponibilizadas somente aos inscritos e por tempo determinado.
Ao participar desta atividade/evento, você autoriza, de forma gratuita e definitiva, o MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, a utilizar sua imagem, voz, dados biográficos e sinais característicos, captados em vídeo, áudio, fotografia e prints, para fins de registro, divulgação e promoção das atividades do Museu, em quaisquer meios, veículos, suportes, mídias, métodos e tecnologias, tangíveis ou intangíveis. Caso você não queira que sua imagem seja divulgada, por favor informar o MAM (cursos@mam.org.br). Em alguns cursos as aulas que acontecem na plataforma Zoom poderão são gravadas e disponibilizadas somente aos participantes dessas respectivas aulas com prazo de expiração. O conteúdo da gravação é protegido por direitos autorais e o acesso é permitido unicamente para fins de estudo e de uso exclusivo do participante impossibilitando a sua divulgação ou compartilhamento com terceiros.