curso online | Milton Nascimento e o clube da esquina, com Sheyla Diniz


Recomende esse curso


Datas: De 04 a 25 de novembro de 2022
Horário: 18h às 20h

Sextas-feiras
Público: interessados em geral
Duração: 04 encontros
Investimento: R$ 350,00
As aulas acontecem ao vivo via Sympla Streaming
Aulas gravadas disponibilizadas apenas por tempo determinado
Curso contempla certificado no final

 

inscrições aqui

 

Em comemoração ao aniversário de Milton Nascimento, no dia 26 de outubro será realizada uma aula aberta para apresentar o curso e tirar dúvidas dos alunos. Clique aqui e saiba mais.

 

Eleito o melhor álbum brasileiro de todos os tempos, o álbum duplo “Clube da Esquina” comemora 50 anos de lançamento em 2022, ano que coincide com o aniversário de 80 anos do cantor Milton Nascimento e com a sua despedida dos palcos.

Para celebrar o cinquentenário do disco e o aniversário de Milton Nascimento, o mam oferece este curso que aborda as canções do Clube da Esquina em perspectiva histórica, estética e cultural, abarcando um arco temporal que vai do final dos anos 1960, período de auge dos festivais de MPB, de reestruturação do mercado fonográfico no Brasil e de recrudescimento do regime militar, até o final da década seguinte, marcada pelos primeiros sinais de redemocratização e pela segmentação do mercado musical.

A contextualização do álbum se dará a partir da análise e apreciação das canções, composições e arranjos registrados, da organização das faixas no álbum, da concepção do seu projeto gráfico e de outros aspectos e negociações que envolveram a sua elaboração.

Organizado em quatro aulas de caráter expositivo e dialogado, o curso também oferece ferramentas metodológicas para trabalhar com música popular na sala de aula.

Indicado para estudantes, pesquisadores, professores e interessados em geral em história e música e cultura e política.

 

Programação

Aula 1 (04/11) – Apresentação do curso
Milton Nascimento nos anos de 1960. A aula tecerá um panorama histórico e sociocultural da formação e produções fonográficas do Clube da Esquina, além de explicar o contexto dos festivais de MPB dos anos de 1960 para situar Milton Nascimento e os seus primeiros parceiros. Abordará também discos e canções dos compositores desse período, além de ideias e ideários como mineiridade, romantismo, engajamento e nacional-popular.

Aula 2 (11/11) – Clube da Esquina (1972), o álbum
A “metamorfose” de Milton Nascimento no LP Milton (EMI-Odeon, 1970) adiciona novos traços à linguagem e à musicalidade da turma de amigos e compositores posteriormente conhecida como Clube da Esquina. A apreciação do álbum homônimo de 1972, assinado por Milton e Lô Borges, com a participação efetiva de diversos outros artistas então vinculados ao “Clube”, permitirá apreender a obra tanto estética quanto social e historicamente. Transformações e impasses que caracterizaram o início dos anos de 1970 no Brasil serão discutidos a partir dos processos de gravação e montagem dos fonogramas, disposição e tratamento acústico das faixas, projeto gráfico, intertextualidades no conjunto do álbum, negociações com a censura, relações dos músicos com a EMI-Odeon e recepção do público, dos pares e da crítica.

Aula 3 (18/11) – Clube da Esquina (1972), as canções
Dando prosseguimento à apreciação textual e contextual do álbum Clube da Esquina (1972), a análise mais detida de algumas canções possibilitará enaltecer outros aspectos-chave como o experimentalismo, a coletividade na elaboração dos arranjos, os ritmos e métricas incomuns ao cancioneiro popular e a releitura de tradições culturais e musicais, bem como questões concernentes à contracultura, ao engajamento político, à crítica ao regime militar e ao diálogo com um certo ideário de integração latino-americana.

Aula 4 (25/11)
A aula apresentará outros álbuns de Milton Nascimento e parceiros lançados na década de 1970. A avaliação musical e histórico-social dessa produção fonográfica guiará a análise dos itinerários dos músicos e da gradativa dispersão de uma formação cultural, cuja informalidade e antiburocracia das relações foram marcas características.

 

Sheyla Diniz é atualmente pós-doutoranda (bolsista FAPESP) e professora colaboradora do Programa de Pós-graduação em História Social da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde desenvolve o projeto de pesquisa “Metá Metá: o conhecimento sociocultural através da canção contemporânea”. É mestre e doutora em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas, com estágio doutoral realizado na Université de Versailles Saint-Quentin-en-Yvelines/França. É graduada em Ciências Sociais e em Música, com habilitação em violão, pela Universidade Federal de Uberlândia. Atua nas áreas de Sociologia da Cultura, Música Popular e História Social da Canção. É autora do livro: “…De tudo que a gente sonhou: amigos e canções do Clube da Esquina” (São Paulo: Intermeios/Fapesp, 2017) e da tese de doutorado “Desbundados e marginais: MPB e contracultura nos anos de chumbo” (1969-1974). Foi professora substituta de Sociologia (ensino médio e superior) no IFMT/Campus Alta Floresta.

 

Sócios do MAM têm 20% de desconto. Faça parte!
Estudantes, professores e aposentados tem 10% de desconto

Dúvidas:
cursos@mam.org.br
WhatsApp: 11 99774 3987

 

Fonte: acervo mam

 

Curso online ao vivo via plataforma de videoconferência. Aulas gravadas disponibilizadas somente aos inscritos e por tempo determinado.
Ao participar desta atividade/evento, você autoriza, de forma gratuita e definitiva, o MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, a utilizar sua imagem, voz, dados biográficos e sinais característicos, captados em vídeo, áudio, fotografia e prints, para fins de registro, divulgação e promoção das atividades do Museu, em quaisquer meios, veículos, suportes, mídias, métodos e tecnologias, tangíveis ou intangíveis. Caso você não queira que sua imagem seja divulgada, por favor informar o MAM (cursos@mam.org.br). Em alguns cursos as aulas que acontecem na plataforma Zoom poderão são gravadas e disponibilizadas somente aos participantes dessas respectivas aulas com prazo de expiração. O conteúdo da gravação é protegido por direitos autorais e o acesso é permitido unicamente para fins de estudo e de uso exclusivo do participante impossibilitando a sua divulgação ou compartilhamento com terceiros.