empréstimo de obras

O Museu de Arte Moderna de São Paulo é uma associação civil sem fins lucrativos, fundada em 1948. Sua coleção possui mais de 5 mil obras produzidas pelos nomes mais representativos da arte moderna e contemporânea, principalmente brasileira. Tanto a coleção como as exposições privilegiam o experimentalismo, abrindo-se para a pluralidade da produção artística mundial e a diversidade de interesses das sociedades contemporâneas.

Sendo assim, o programa de empréstimos de obras do Acervo do MAM tem por objetivo a ampliação do acesso às obras e artistas e o alcance de novos públicos, bem como a contribuição a exposições de qualidade no Brasil e no exterior.

1.  Diretrizes gerais

A equipe técnica do MAM avaliará as solicitações de empréstimo utilizando-se de critérios como (i) estado de conservação atual da obra, (ii) período de exposição requerido pela instituição solicitante, (iii) facility report, e (iv) disponibilidade da obra. Assim, os pedidos poderão ser recusados.

Na hipótese de aprovação da solicitação de empréstimo, a instituição solicitante será notificada acerca da documentação necessária para a formalização do processo de empréstimo, mediante assinatura de Contrato de Empréstimo, cuja minuta será enviada oportunamente pelo MAM.

O MAM reserva-se o direito de não responder consultas informais acerca das solicitações de empréstimo, tais como sobre a disponibilidade das obras, valores para seguro, contatos de artistas e taxas.

2.  Solicitação de empréstimo

As solicitações de empréstimo de obras do acervo do MAM devem ser encaminhadas aos cuidados do Curador-Chefe, contendo as seguintes informações:

– Carta de solicitação de empréstimo, em português ou inglês, na qual deve constar (i) a indicação da (s) obra (s) solicitada (s), (ii) a justificativa do empréstimo, bem como (iii) dados da exposição (título, período, local, nome do (a) curador (a), conceito geral);

– Facility report da instituição que sediará a exposição, no qual deve constar informações sobre climatização, luminosidade, segurança física e eletrônica, sistemas de combate a incêndio, sistemas de prevenção a roubo, furto e depredação, entre outras; e

– Quaisquer outras informações que a instituição solicitante julgar serem necessárias.

Endereço para envio:

As solicitações de empréstimo devem ser enviadas por correio, aos cuidados do Curador-Chefe, bem como por e-mail (em formato “pdf”), para os seguintes endereços:

Cauê Alves – Curador-Chefe
Museu de Arte Moderna de São Paulo
Avenida Pedro Álvares Cabral, S/Nº, Portão 03, Parque Ibirapuera, São Paulo, SP, CEP 04094-000
E-mail: curadoria@mam.org.br (com cópia obrigatória para: patricia_lima@mam.org.br)

3.  Prazos

O MAM receberá as solicitações dentro dos seguintes prazos:

– Empréstimos nacionais: mínimo de 06 meses de antecedência da abertura da exposição;

– Empréstimos internacionais: mínimo de 09 meses de antecedência da abertura da exposição.

4.  Custos

A instituição solicitante deverá arcar com taxa de empréstimo, em valor a ser definido pelo MAM, bem como com quaisquer custos decorrentes do empréstimo, quando aplicáveis, tais como: (i) embalagem, montagem e desmontagem; (ii) transporte; (iii) guarda, conservação e segurança; (iv) seguro obrigatório do tipo “todos os riscos/prego-a-prego”; (v) acompanhamento de courier; (vi) registro fotográfico e/ou audiovisual; (vii) preparação das obras (restauros, molduras, passe-partout etc.); (viii) aduaneiros, de exportação e importação; (ix) taxas, impostos e/ou tributos de qualquer natureza.

5.  Empréstimos internacionais

Nos empréstimos internacionais, o processo de exportação temporária e reimportação das obras do MAM deve ser feito em separado, contemplando exclusivamente as obras pertencentes ao Museu.