As cores do chão da escola: acordar a terra com Denise Valarini e Rayssa Oliveira Contatos com a arte - Volta às aulas


Data: 28 de julho, 2022
Horário: 16h

 

Quais são os pigmentos que brotam do chão da sua escola? Quais são os elementos tintórios que habitam os caminhos por debaixo dos pés das crianças e educadores? Este é um laboratório destinado à produção de tintas naturais a partir das terras da escola. O encontro faz um convite inicial de mapear e coletar os solos escolares, para então extrairmos pigmentos para produção de tinta óleo, giz oleoso e tinta de parede e assim produzirmos um inventário de tintas terrestres depois das férias de inverno.

 

Materiais para o encontro:

  • colete duas porções de terra com cores diferentes (aproximadamente 250g)
  • 2 colheres de sopa de semente de linhaça
  • 1 pilão
  • 1 pincel
  • 1 jarra de água
  • 2 colheres de óleo de linhaça
  • 1 colher de sopa
  • 1 copo, peneira
  • 1 filtro de café (de preferência de pano, ou 30 cm de voil)
  • 3 prendedores
  • 200 gramas de cal para pintura
  • 1 espátula
  • 200 gramas de cera de carnaúba
  • forminha de silicone para giz

 

Denise Valarini Leporino é licenciada em Artes Visuais com ênfase em Design pela Puc- Campinas e mestra pelo Instituto de Artes da Unicamp. Atua como docente na Faculdade Unimetrocamp, no Curso de Pedagogia. É fundadora do Projeto Poética do Habitar, investigando a extração de pigmentos e produção de materiais naturais em conexão com a natureza. Atuou como Docente na Universidade do Vale do São Francisco ministrando a disciplina de Poéticas Visuais. Coordenou projetos artísticos em Ong’s destinadas às pessoas com deficiência intelectual. Investiga metodologias no Ensino de Arte Contemporânea para crianças. Trabalha com formação de Professores e é professora na rede particular de ensino.

 

Rayssa Oliveira é arte-educadora e artista visual, criadora do Andorinha Ateliê Itinerante, projeto que ocupa escolas e praças oferecendo oficinas e formações sobre arte e a cultura do ateliê, além de intervenções artísticas nos espaços pensadas coletivamente. Arquiteta pela FAU-USP, trabalhou no Cenários Pedagógicos, com Bia Goulart; foi educadora no Ateliê Binah, com Stela Barbieri; atuou como arte-educadora em instituições culturais como Sesc Pompéia, foi professora de artes na Rede Municipal de SP e é colaboradora da Virada Educação.

 

inscrições aqui

 

Encontro virtual no Meet, para professores, educadores, pesquisadores, estudantes e artistas. Com inscrição prévia.
Acessível em Libras.

 

Essa atividade faz parte do programa Contatos com a arte – Volta às aulas.