caminhada virtual Volta Negra, com o coletivo Cartografia Negra Domingo MAM - 15ª Primavera dos Museus


Data: 24 de setembro, 2021
Horário: 16h

 

A caminhada virtual Volta Negra conduzirá os participantes por quatro lugares do Centro de São Paulo – Largo da Memória, Largo São Francisco, Largo da Misericórdia e Praça Antônio Prado -, compartilhando a memória dos povos africanos em diáspora, em um recorte temporal até o século XIX. Durante o passeio, serão apresentadas fotografias antigas, trechos de filmes, músicas, mapas e documentários que foram produzidos sobre os pontos a serem visitados. Será um momento de escuta para troca de histórias entre o público e os mediadores. As informações compartilhadas sobre os pontos são fruto da pesquisa que o coletivo Cartografia Negra realiza desde 2017.

 

inscrições aqui

experiência virtual pelo Zoom, livre
com inscrição prévia
para intérprete de Libras, solicitar pelo e-mail educativo@mam.org.br com até 48hs de antecedência.

 

A Primavera dos Museus é um evento anual, com duração de uma semana, resultado de uma ação conjunta entre as instituições museológicas de todo o país e o Ibram (Instituto Brasileiros de Museus) com o objetivo de oferecer ao público uma programação diferenciada voltada para o tema do evento. A 15ª edição da Primavera dos Museus propõe o tema Museus: perdas e recomeços, para refletir a função dos museus neste momento. Como espaços de convergência da experiência humana, sejam elas experiências sociais, históricas ou artísticas, os museus proporcionam um reencontro com a história. Como repositórios de experiências e emoções podem ser, também, espaços individuais e coletivos de superação e de reinvenção.

Cartografia Negra é um coletivo de jovens pesquisadorxs que busca estimular a conscientização da população paulistana sobre a memória da cidade de São Paulo resgatando a história da população negra. O coletivo surge para pensar, revisitar, conhecer e ressignificar alguns territórios negros históricos em São Paulo. Lugares de resistência ou espaços que foram utilizados para venda, tortura ou execuções de pessoas escravizadas e que hoje têm nomes e significados que apagam essas histórias – muitas vezes inclusive as contradizem. Atualmente, está com projeto exposto no site do Instituto Moreira Salles e ministrou curso sobre “Memória, povos negros e territórios”, na Escola da Cidadania. Os membros do coletivo Cartografia Negra são também co-curadores da 13ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo.

Raissa Albano de Oliveira, Pedro Vinicius Alves e Carolina Piai Vieira integram o coletivo Cartografia Negra, que realiza mensalmente, desde 2018, a Volta Negra, uma caminhada aberta na qual são compartilhados registros em mapas, fotos e documentos sobre as vivências da população negra nos séculos XVIII e XIX na região central da cidade de São Paulo. O trabalho é fruto de uma pesquisa que o grupo desenvolve há mais de três anos sobre essas narrativas e espaços. Tanto a caminhada como rodas de conversa sobre assuntos relativos à temática já foram realizadas com grupos de escolas paulistanas, de pós-graduação da UNIFESP e de curso do MIT – Instituto Massachusetts de Tecnologia. Foi ainda selecionado pelo Edital de Bibliotecas Online em 2020, participou de rodas de conversa na Semana de Artes da FAAP e no lançamento do mapa afro cultural do SESC Piracicaba. Ganhou o Edital Espaços Públicos e Direito à cidade do Instituto Pólis (2019), participou de ações do dia mundial do direito à cidade em 2019, entre outras articulações com a sociedade civil.

 

Essa atividade faz parte do programa Domingo mam, com patrocínio Tozzini Freire Advogados.

 

Foto: Coletivo Cartografia Negra

 

Ao participar desta atividade/evento, você autoriza, de forma gratuita e definitiva, o MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, a utilizar sua imagem, voz, dados biográficos e sinais característicos, captados em vídeo, áudio, fotografia e prints, para fins de registro, divulgação e promoção das atividades do Museu, em quaisquer meios, veículos, suportes, mídias, métodos e tecnologias, tangíveis ou intangíveis. Caso você não queira que sua imagem seja divulgada, por favor informar o MAM (educativo@mam.org.br).