Culturas da infância: brincadeiras, em português e libras com Amarilis Reto e Sandra Campos Inscrições abertas


Datas: 19, 26 de maio de 2022
Horário: 16h

 

Considerando o brincar como algo universal e a ação por meio da qual a criança experimenta o mundo, os encontros irão abordar a importância do brincar e suas significações no desenvolvimento infantil, seja na infância de crianças surdas ou ouvintes. As propositoras irão compartilhar suas experiências em sala de aula em contextos formais e não formais, trazendo uma perspectiva lúdica para experimentação da língua falada e sinalizada nos processos de aprendizagem e troca entre mães, pais, professores, avós, professores, cuidadores e crianças.

 

Amarilis Reto é professora de surdos e contadora de histórias, pós-graduada em Linguagens da Arte pelo Centro Universitário Maria Antônia USP, graduada em Licenciatura em Artes Visuais pelo Instituto Belas Artes de São Paulo e Pedagogia pela FMU. Desde 2001, atua como professora polivalente no Centro de Educação de Surdos Rio Branco, onde ministra aulas de português, matemática, história, geografia e ciências em Libras (língua brasileira de sinais). Foi professora propositante e intérprete do grupo “Corpozinalizante”, um espaço de pesquisa e produção de arte, aberto a jovens surdos e ouvintes que se interessam pela Língua Brasileira de Sinais. Participou como educadora intérprete no programa “Igual Diferente” do Museu de Arte Moderna de São Paulo de 2008 a 2013 e integra o projeto “Histórias para Ver e Ouvir” desde sua criação em 2011.

 

Sandra Regina Leite de Campos é professora Adjunta da Universidade de São Paulo- Unifesp/EFLCH, onde ministra a disciplina Libras, e é Vice Diretora do Campus Guarulhos- Gestão 2021/2025 com experiência de 17 anos, entre 1999 e 2016 em um projeto bilíngue (Libras/Língua Portuguesa) em uma Escola Bilíngue para surdos, atuando com bebês surdos e seus familiares, em parceria com um adulto surdo. Produziu sua dissertação Mestrado desenvolvendo pesquisa sobre aquisição de língua de sinais no contexto bilíngue para surdos e doutoramento na mesma instituição sobre a representação social dos surdos no Ensino Fundamental I na Universidade de São Paulo- USP. É coordenadora do Grupo GEICS – Grupo de Estudos Identidade e Culturas Surdas, o qual desenvolve pesquisas e eventos discutindo a Educação Bilíngue de/para Surdos, a Educação de Surdos e seus diferentes olhares na identidade, cultura e língua da comunidade surda.

 

19 mai (qui) às 16h
inscrições aqui

 

26 mai (qui) às 16h
inscrições aqui

 

Encontro virtual no Zoom, para professores, educadores, pesquisadores e estudantes, com 50% das vagas destinadas para a rede pública de ensino. Com inscrição prévia. Com intérpretes de Libras.

Link do evento é enviado no dia por e-mail com 1h de antecedência da atividade.

Para certificado, solicitar pelo e-mail educativo@mam.org.br após a atividade, com comprovante de inscrição em anexo.

 

Essa atividade faz parte do programa Formação em arte e acessibilidade.