Zona da Mata: leituras e narrativas, com Mirela Estelles e Renata Sant’Anna Contatos com a arte e Arte e Ecologia - Programação integrada MAM e MAC USP


Data: 10 de agosto, 2021
Horário: 16h

 

Neste encontro virtual, iremos explorar diferentes formas de leitura das obras presentes na exposição Zona da Mata, por meio de narrativas orais e impressas em livros infanto-juvenis inspiradas pelos temas e conceitos suscitados pela curadoria da mostra.  Essa abordagem de mediação busca apresentar aos participantes novas possibilidades de contato e reflexões sobre natureza e meio ambiente no encontro com a arte.

 

inscrições aqui

atividade gratuita, vagas limitadas
encontro virtual no Zoom, para professoras(es), educadoras(es), pesquisadoras(es), estudantes e artistas
com inscrição prévia.
para intérprete de Libras, solicitar pelo e-mail educativo@mam.org.br com até 48hs de antecedência

 

Mirela Estelles é educadora e contadora de histórias, formada em Comunicação das Artes do Corpo pela PUC SP, especializada em Linguagens da Arte no CEUMA, Centro Universitário Maria Antônia. Com experiência em educação, formação cultural, arte e infância, desenvolve projetos culturais e educativos em escolas, livrarias, bibliotecas, museus e espaços culturais. Atualmente coordena o Educativo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, onde atua desde 2009. Neste museu, idealizou a Semana da Cultura Tradicional da Infância (2012), o Festival Corpo Palavra (2021) e estruturou o programa com narrações simultâneas em português e libras (língua brasileira de sinais) (2011), que originou o projeto “Histórias para Ver e Ouvir”.

Renata Sant’Anna de Godoy Pereira é mestre em artes pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA USP) e formada em artes plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Desde sua graduação, trabalhou em diversos museus e instituições culturais como: Atelier des Enfants, no Centre Georges Pompidou (1991), Departamento Cultural do Musée d’Orsay (1996), ambos em Paris, e no Departamento de Educação da National Gallery of Art, em Washington D.C., nos Estados Unidos. Em 2005, iniciou o Programa “Arte à primeira vista”, publicando cinco livros e organizando exposições que apresentam artistas brasileiras(os) contemporâneas(os) para os iniciantes em artes. Em 2017, foi premiada com o 3° lugar do concurso “FNLIJ – Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a crianças e jovens de todo o Brasil”, pelo programa “Histórias da arte para crianças”, entre livros e obras que desenvolve, desde 2012, no Museu de Arte Contemporânea da USP (MAC USP), onde atua como educadora.

 

Essa atividade faz parte do programa Contatos com a arte e Arte e ecologia, com patrocínio Havaianas.

 

Legenda: Estúdio Gustavo Utrabo. Gustavo Utrabo (Curitiba, PR, 1984). Sem título, 2019, da série Restaurante no jardim. Modelo de realidade-plástico, ramos, concreto e papel. Coleção Estúdio Gustavo Utrabo
Ao participar desta atividade/evento, você autoriza, de forma gratuita e definitiva, o MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, a utilizar sua imagem, voz, dados biográficos e sinais característicos, captados em vídeo, áudio, fotografia e prints, para fins de registro, divulgação e promoção das atividades do Museu, em quaisquer meios, veículos, suportes, mídias, métodos e tecnologias, tangíveis ou intangíveis. Caso você não queira que sua imagem seja divulgada, por favor informar o MAM (educativo@mam.org.br).